CÂMARA DE LOBOS - DICIONÁRIO COROGRÁFICO

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z
 
Entrada > Dicionário > C > Câmara, José de Sousa

Dr. José de Sousa Câmara

 

 

Câmara, Dr. José de Sousa

 

Médico, natural da freguesia de Santa Maria Maior, no Funchal, onde nasceu no dia 19 de Março de 1907, tendo falecido solteiro e sem descendência, em Lisboa, a 13 de Maio de 1972, aos 65 anos, repousando os seus restos mortais no cemitério dos Prazeres.

Era filho de Manuel Gomes Câmara e de D. Adelaide Felismina de Sousa Câmara, naturais da freguesia de Santa Maria Maior

Depois de ter concluído o curso liceal, ter-se-á empregue numa unidade bancária e, posteriormente no Hospital da Santa Casa da Misericórdia, onde chegou a ser chefe de secretaria.

Foi presidente da Câmara Municipal de Câmara de Lobos, cargo para que foi nomeado por alvará de 14 de Novembro de 1941 e de que tomou posse do no dia 20 de Novembro. Por alvará de 3 de Janeiro de 1942, é reconduzido nas suas funções [1]. Na sessão camarária do dia 27 de Julho de 1944, informa a vereação que havia pedido a sua exoneração, em virtude dos seus afazeres, sendo no entanto, só exonerado por alvará de 2 de Julho de 1945, passando a exercer as funções de presidente, o vice-presidente João Ernesto Pereira,  até à tomada de posse do Dr. Vasco dos Reis Gonçalves nomeado para o lugar.

Depois da sua passagem pela presidência da Câmara Municipal de Câmara de Lobos haveria de ingressar na faculdade de medicina da Universidade Clássica de Coimbra, onde se formou em 1952.

De Coimbra seguiu para os Estados Unidos da América afim de se especializar em Anestesiologia, especialidade que depois exerceu num hospital em Lisboa e na Santa Casa de Misericórdia do Funchal, bem como nalgumas clínicas privadas da cidade.



[1]   Interessou-se particularmente pela construção do bairro piscatório do Ilhéu, do matadouro municipal, praça do peixe e ainda pela construção da estrada dos Quintais, chegando mesmo a se deslocar a Lisboa para tratar de um empréstimo para essas obras. De acordo com o Diário de Notícias de 26 de Agosto de 1943, José de Sousa Câmara foi, no dia anterior, alvo de uma homenagem à sua chegada de Lisboa onde foi tratar de assuntos de interesse para o concelho de Câmara de Lobos. Seria no seu mandato que as obras de construção do bairro do ilhéu tiveram início.

   

Câmara de Lobos

Dicionário Corográfico
Edição electrónica

Manuel Pedro Freitas