CÂMARA DE LOBOS - DICIONÁRIO COROGRÁFICO

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z  
 
Entrada > Dicionário > S > Anselmo Baptista de Freitas Serrão Júnior

Anselmo Baptista de Freitas Serrão Júnior

 

Genealogia dos BAPTISTAS SERRÕES do Estreito

Ver §3.º n.º9

 

PARTITURAS DE ALGUMAS OBRAS DE ANSELMO BAPTISTA DE FREITAS SERRÃO (1946-1922)

Glória a duas vozes

Novena a Nossa Senhora

Missa a duas vozes

Proprio filio suo

Intervalo (duo para violinos)

Tantum ergo

Credo

 

 

 

Serrão Júnior, Anselmo Baptista Freitas

 

Anselmo Baptista de Freitas Serrão Júnior, era natural da freguesia de Câmara de Lobos, onde nasceu ao sítio de Jesus Maria José, no dia 6 de Setembro de 1846[1], tendo falecido no dia 8 de Junho de 1922, aos 76 anos de idade na casa de sua residência, na freguesia do Estreito de Câmara de Lobos, onde vivia na companhia de uma sua sobrinha de nome Silvina Rodrigues, professora, filha de sua irmã Matilde Augusta de Freitas. Contudo os seus restos mortais foram sepultados em jazigo de família existente no cemitério das Angústias, no Funchal.

Era filho de Anselmo Baptista de Freitas Serrão [2] e de Firmina Rita Henriques. Era neto paterno de António Baptista Serrão, natural da freguesia de Câmara de Lobos, e de D. Caetana Maria de Freitas Henriques, natural do Estreito de Câmara de Lobos e neto materno de João Gomes Henriques e de Quitéria Rosa. Casou em 1874, em Santa Maria Maior, com D. Fortunata Cândida Drumond [3],[4], de quem houve: Conceição de Freitas Serrão, Etelvina de Freitas Serrão e Adolfo de Freitas Serrão, todos emigrados em Demerara, na altura da sua morte.

Ainda que durante a sua juventude tivesse sido um hábil guarda-livros, foi um distinto e apaixonado cultor da música, tendo particular predilecção para a música sacra, sendo um exímio executante e talentoso compositor. Das suas composições chegaram até aos nossos dias, o Hino da Fundação e a composição fúnebre Último Adeus, da Banda Municipal de Câmara de Lobos, e ainda várias peças sacras. Anselmo Baptista Freitas Serrão Júnior, tocou na Filarmónica Artístico-Madeirense.
Foi regente da Filarmónica dos Artistas Funchalenses e em Março de 1917, passou a dirigir a orquestra de igreja da Filarmónica Recreio dos Lavradores.
Em 1920, Anselmo Baptista Serrão funda no Estreito de Câmara de Lobos o Grupo Musical do Estreito, falecendo nesta freguesia onde vivia na companhia de uma sua sobrinha professora, de nome Silvina Rodrigues, professora, filha de sua irmã Matilde Augusta de Freitas, no dia 8 de Junho de 1922, aos 76 anos de idade.

 

[1]     A.R.M. Baptismos. Câmara de Lobos, 1846. Rolo n.º 47-48, Livro 307, pág. 70.

[2]    Faleceu  em Câmara de Lobos, a 16 de Fevereiro de 1894.

[3]      A.R.M. Casamentos. Santa Maria Maior, 1874. Livro 2126, fls. 19v.º.

[4]     No registo de óbito de Anselmo Baptista de Freitas Serrão, refere-se que na altura da sua morte era viúvo de Fortunata de Freitas Serrão, natural do Porto Santo, falecida 15 anos antes.


 

 

Câmara de Lobos

Dicionário Corográfico
Edição electrónica

Manuel Pedro Freitas

 

Câmara de Lobos, sua gente, história e cultura